domingo, 27 de fevereiro de 2011

Não temas!

Você já sentiu medo de algo? Já esteve apreensivo ao lidar com certas situações?Teve receio ao enfrentar desafios da vida diária? 
Há quem diga que não sente medo de nada, enquanto outros sentem medo de tudo!

Mas os cristãos podem sentir medo?
O certo é que, mesmo sendo cristãos, estamos sujeitos a enfrentar situações diversas: períodos de crise, de bonança, momentos de alegria e momentos que nos deixam apreensivos...
Me recordo da passagem bíblica em que o Senhor Jesus andava sobre as águas e os discípulos temeram. O Senhor, porém, lhes falou logo, dizendo: Tende bom ânimo, sou eu, não temais.(Mt14.27). Pedro então quer ir ao encontro de Jesus e começa a andar também sobre as águas. O texto continua dizendo que Pedro, sentindo o vento forte, teve medo e começou a afundar,clamando: Senhor, salva-me. (Mt 14. 30). É nesse momento então que Jesus questiona: "Homem de pouca fé, porque duvidaste?" (Mt 14.31)
Durante algum tempo da minha vida me senti intimidada diante das circunstâncias da vida, as recordações do passado me fizeram ter medo dos desafios, medo de ver sonhos serem frustrados, medo até das pessoas...A vida havia me ensinado a sentir medo!
Mas mesmo sendo cristã?Confesso que sim!Assim como Pedro,em muitos momentos, senti medo e me vi afundando...
Com a graça de Deus tenho entendido que o que me torna destemida diante das dificuldades não é apenas o fato de ser cristã, mas a fé que tenho noSenhor!Quão maravilhoso tem sido aprender através da Palavra de Deus que eu não preciso ter medo, que Ele está comigo e que jamais me desamparará!
Inúmeras são as vezes em que que encontramos na Palavra de Deus a seguinte frase: "Não temas" (Gn 15.1; Dt 3.2; Jz 6.23; Pv 3.25; Is 41.13, entre outros)
Acredito que o desejo de Deus é que seus filhos e servos sintam-se seguros!
A Palavra de Deus tem me ensinado muito:

A vida havia me ensinado a temer ver meus planos frustrados, mas assim como Jó, preciso crer que nenhum dos planos de Deus pode ser frustrado!
"Bem sei eu que tudo podes, e nenhum dos teus pensamentos pode ser impedido." (Jó 42:2)

A vida havia me ensinado a temer os homens, hoje sei que:
"O Senhor está comigo: não temerei o que me pode fazer o homem." (Sl 118.6)

Havia me colocado temerosa diante dos desafios da vida, mas Deus me diz:
"Porque eu, o Senhor teu Deus, te tomo pela tua mão direita, e te digo: Não temas, que eu te ajudo." (Is 41:13)

E quando estou triste, quando o desânimo quer me abalar, quando as coisas parecem não acontecer da maneira como eu queria, ouço a voz de Deus através de Sua Palavra me dizer:

"Agora pois, minha filha, não temas; tudo quanto disseste te farei, pois toda a cidade do meu povo sabe que és mulher virtuosa." (Rt 3:11)

Louvo a Deus pela sua misericórdia, por ter me escolhido mesmo sendo pecadora e cheia de falhas e por estar comigo sempre, me ensinando a estar segura debaixo de Suas asas...

Aprendo que a fé não me deixa ter medo, e que mesmo em meio à tempestade, posso crer no que diz a canção:

                         ♫♪ "Se o mar me submergir
                              A Tua mão
                              Me traz a tona pra respirar
                              E me faz andar 
                              Sobre as águas..." ♫♪


Que Deus os abençoe grandemente!

domingo, 13 de fevereiro de 2011

As aflições do justo

"Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei. Ele é a salvação da minha face, e o meu Deus." (Sl 42.11)

Quantas vezes nos sentimos abatidos, tristes...
Problemas na família, crise financeira, essas e tantas outras dificuldades...A verdade é que muitas vezes nos sentimos ainda piores pelo fato de que, como cristãos, não deveríamos ficar tristes ou abatidos diante desses problemas...porque afinal de contas servimos ao Deus do impossível e não podemos nos abater!
Mas será que é tão simples assim? Precisamos realmente mascarar que estamos bem, quando na verdade não estamos?

Leio os Salmos 42 e 43 e me ponho a refletir sobre o que estava acontecendo com os salmistas para que fizessem o desabafo que fizeram...Eles estavam tristes, sentiam como se Deus os tivesse abandonado, mas chegaram à conclusão de que Ele é uma ajuda sempre presente. Esses salmos nos ensinam a buscar a Deus mesmo em tempos de dificuldade!
Precisamos então negar que estamos abatidos, passando por problemas?Acredito que não! Os salmistas não esconderam que estavam passando por aflições, dificuldades...
Aprendo que o que não podemos fazer é nos colocarmos como derrotados e fracassados diante das dificuldades!
Devemos esperar em Deus e o louvar, em qualquer circunstância! Aguardando pelo seu socorro, que virá, sabendo que:

"Muitas são as aflições do justo, mas o Senhor o livra de todas." (Sl 34:19)

Medito também no que Paulo escreve na segunda carta ao Coríntios:

"Em tudo somos atribulados, mas não angustiados: perplexos, mas não desanimados;

Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos;" (2Cor 4.8-9)
Aprendo que além de crermos no socorro que vem de Deus, devemos clamar a Ele, buscando a sua face, louvando-O em qualquer circunstância,crendo em cada uma de Suas promessas! Eis aí uma delas:

"Ele clamará a mim, e eu lhe darei resposta, e na adversidade estarei com ele; vou livrá-lo e cobri-lo de honra.
Vida longa eu lhe darei, e lhe mostrarei a minha salvação.” (Sl 91.15-16)

Que Deus nos fortaleça!