sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Epitáfio

Muitas pessoas preferem não falar sobre a morte, ela causa medo, não é mesmo?
Temos medo daquilo que é desconhecido, mas será que ao nascermos já não começamos a morrer?
O ditado é certo: Para morrer só basta estar vivo!São inúmeras as causas, mas o fato é que ela chegará para todos, independente de raça, classe social, religião ou o que quer que seja!
Mas calma, não quero assustar, quero apenas te fazer refletir sobre algo...
Como você gostaria de ser lembrando após a sua morte?
Alguns gostariam de ser lembrados pelos seus méritos, pela sua realização profissional, pela sua riqueza, mas quantos querem ser lembrados pelo sorriso, pelo abraço, pela maneira pela qual abençoaram outras pessoas? 

Lord Byron fala algo interessante sobre o seu epitáfio:


"Nada de monumento coberto de elogios. Meu epitáfio será meu nome, nada mais. "


Mas o que seu nome representa para as pessoas que estão próximas de você?

Será que  ao ouvirem o seu nome elas lembram de alguém que não está nem aí para as pessoas ao seu redor?
Lembram de alguém que abandona a família em casa e só se preocupa com o trabalho, com o dinheiro?
Que julga tanto os outros e não é capaz de olhar para os próprios erros?
Que fala muito e faz pouco?
Que fica feliz ao humilhar as pessoas?
Que se importa tanto com o "ter" que não está nem aí para o "ser"?

Sinceramente eu não sei como as pessoas lembram de você, o fato é que a vida é curta e perdemos muito tempo com bobagens, com briguinhas, com ações egoístas...
Esquecemos que estamos aqui para fazermos a diferença, para abençoarmos as pessoas.
Todos querem ser abençoados mas poucos se dispõem a abençoar!

Martin Luther King (líder americano que lutou contra a desigualdade racial) disse em um dos seus discursos que após a sua morte gostaria de ser lembrado como uma pessoa que vestiu o mendigo, que visitou necessitados nas prisões, que ajudou alguém a seguir adiante, que tentou animar alguém com uma canção, que tentou mostrar o caminho certo, que cumpriu o dever de cristão...

Ah, se tivéssemos o mesmo desejo, se tentássemos doar mais, abençoar mais...
Sem sombra de dúvida o mundo seria bem melhor!



"Quando for possível, não deixe de fazer o bem a quem dele precisa. " (Pv 3.27)





Que possamos aceitar esse desafio e que possamos ser lembrados como pessoas que fazem a diferença nesse mundo tão maltratado pelo egoísmo!



P.S: Esse texto foi inspirado em alguém que será lembrado sempre pelo sorriso enorme que sempre trazia no rosto e pelo coração sempre disposto a ajudar! (Sandro Amorim)



Que Deus nos ajude a abençoar as pessoas!


quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Ano novo, bagagem nova!


As pessoas costumam esperar o início de um novo ano para então pensar em mudanças. Espera-se que o novo ano seja melhor que o anterior, espera-se que sejamos melhores. Mas por que esperar tanto? Por que queremos tanto mudar nossas vidas no novo ano se não conseguimos mudar ou deixar de lado nossas velhas bagagens hoje?

Vivemos carregando bagagens antigas, dores antigas, coisas que já não deveriam estar na mala das nossas vidas.
Os dias passam, as situações mudam, novas experiências aparecem e é chegada a hora de vivê-las!
Algumas pessoas não conseguem viver o agora porque vivem de seus passados, de suas dores. Vivem frustradas, desanimadas e ainda assim, com suas velhas bagagens, continuam dizendo que no ano que se inicia tudo será diferente...
O apóstolo Paulo nos ensina a olhar para frente, para um alvo, para um foco, seguir adiante, com olhar de esperança, com ânimo. 

"Mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo pelo prêmio da vocação celestial que Deus nos chama a receber." Fl 3: 13-14

A virada do ano nos faz crer que dias melhores virão... E se a cada dia tivéssemos essa esperança? Se a cada dia procurássemos olhar adiante, lutando HOJE, melhorando HOJE? Deixando para trás nossa velha bagagem HOJE?
Se é para viver de passado, que sejam das boas lembranças, da infância animada que tivemos, dos amigos e pessoas que fizeram parte de nossa vida e continuam fazendo em nossos corações. Que sejam lembranças que nos possibilitem ter esperança!


"Mas quero lembrar do que pode me dar esperança.". (Lm 3.21)


Mesmo em dias difíceis essa esperança renasce quando pensamos em tudo de bom que já vivemos, em como já fomos abençoados! Era isso que o profeta Jeremias queria dizer. Mas se começamos a lembrar e a lamentar pelo que perdemos, pelo que sofremos ou pelo que deixamos de fazer ficamos ainda mais desanimados!



Quanto às bagagens que doem...deixemos fora da nossa mala para que nela tenha espaço o suficiente para as novas experiências, novas realizações, novas decepções , novo aprendizado!

Que nesse novo DIA você DECIDA olhar adiante, com olhar de esperança, deixando para trás a bagagem que já não é necessária, que você queria ser melhor HOJE, que você perdoe HOJE, que você sonhe HOJE  e lute para alcançar os seus sonhos, crendo em Deus, que morreu e ressuscitou para nos dá ESPERANÇA!
Que sua mala esteja repleta de bagagem nova, de experiências que te possibilitem amadurecer cada dia mais!



"Cansei de velhas bagagens... Muito me interessa o novo, o sensato, o que não me causa dor. Vou em busca do que me faz bem, o resto tô deixando para trás. " (Aline Lopes)


Que Deus nos abençoe a cada novo dia.