sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Epitáfio

Muitas pessoas preferem não falar sobre a morte, ela causa medo, não é mesmo?
Temos medo daquilo que é desconhecido, mas será que ao nascermos já não começamos a morrer?
O ditado é certo: Para morrer só basta estar vivo!São inúmeras as causas, mas o fato é que ela chegará para todos, independente de raça, classe social, religião ou o que quer que seja!
Mas calma, não quero assustar, quero apenas te fazer refletir sobre algo...
Como você gostaria de ser lembrando após a sua morte?
Alguns gostariam de ser lembrados pelos seus méritos, pela sua realização profissional, pela sua riqueza, mas quantos querem ser lembrados pelo sorriso, pelo abraço, pela maneira pela qual abençoaram outras pessoas? 

Lord Byron fala algo interessante sobre o seu epitáfio:


"Nada de monumento coberto de elogios. Meu epitáfio será meu nome, nada mais. "


Mas o que seu nome representa para as pessoas que estão próximas de você?

Será que  ao ouvirem o seu nome elas lembram de alguém que não está nem aí para as pessoas ao seu redor?
Lembram de alguém que abandona a família em casa e só se preocupa com o trabalho, com o dinheiro?
Que julga tanto os outros e não é capaz de olhar para os próprios erros?
Que fala muito e faz pouco?
Que fica feliz ao humilhar as pessoas?
Que se importa tanto com o "ter" que não está nem aí para o "ser"?

Sinceramente eu não sei como as pessoas lembram de você, o fato é que a vida é curta e perdemos muito tempo com bobagens, com briguinhas, com ações egoístas...
Esquecemos que estamos aqui para fazermos a diferença, para abençoarmos as pessoas.
Todos querem ser abençoados mas poucos se dispõem a abençoar!

Martin Luther King (líder americano que lutou contra a desigualdade racial) disse em um dos seus discursos que após a sua morte gostaria de ser lembrado como uma pessoa que vestiu o mendigo, que visitou necessitados nas prisões, que ajudou alguém a seguir adiante, que tentou animar alguém com uma canção, que tentou mostrar o caminho certo, que cumpriu o dever de cristão...

Ah, se tivéssemos o mesmo desejo, se tentássemos doar mais, abençoar mais...
Sem sombra de dúvida o mundo seria bem melhor!



"Quando for possível, não deixe de fazer o bem a quem dele precisa. " (Pv 3.27)





Que possamos aceitar esse desafio e que possamos ser lembrados como pessoas que fazem a diferença nesse mundo tão maltratado pelo egoísmo!



P.S: Esse texto foi inspirado em alguém que será lembrado sempre pelo sorriso enorme que sempre trazia no rosto e pelo coração sempre disposto a ajudar! (Sandro Amorim)



Que Deus nos ajude a abençoar as pessoas!


Um comentário:

  1. Legal Míriam.
    Bom ver que, mesmo em momentos difíceis, você continua refletindo e dividindo tanta coisa boa com quem passar por aqui.
    Continue firme aqui.
    Abração.

    ResponderExcluir