quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Correndo atrás do vento!

Estudar, trabalhar, viver na correria e ao final de tantas batalhas chegar à conclusão de que simplesmente corremos atrás do vento!

Corremos hoje quase que desesperadamente em busca de realização profissional e  de conquistas pessoais. O dia parece não ter horas suficientes para cumprir tantas tarefas. Os dias parecem mais curtos e nos frustramos ao nos dar conta que corremos, nos cansamos e ainda assim, não fizemos tudo que gostaríamos. E mesmo que tenhamos realizado tudo, percebemos que tudo era vaidade!

Acabamos então por chegar à mesma conclusão que chegou o rei Salomão. Ele mesmo, o que experimentou de quase tudo em sua vida: prosperidade, realização de grandes projetos, atividades emocionantes, etc... Após experimentar todas essas coisas, dirigido pela sabedoria que Deus o havia dado, o rei Salomão conclui que nada tinha sentido:

"Não me neguei nada que os meus olhos desejaram; não me recusei a dar prazer algum ao meu coração. Na verdade, eu me alegrei em todo o meu trabalho; essa foi a recompensa de todo o meu esforço. 
Contudo, quando avaliei tudo o que as minhas mãos haviam feito e o trabalho que eu tanto me esforçara para realizar, percebi que tudo foi inútil, foi correr atrás do vento; não há nenhum proveito no que se faz debaixo do sol." (Ec 2. 10-11)

Chegar a essa conclusão não é fácil. Entender que a vida não tem sentido é meio complicado. Isso dá um nó na cabeça. Mas e agora? Como devemos agir? Devemos parar de trabalhar, de estudar e de lutar por nossos objetivos?
Claro que não! Entendi que precisamos continuar a viver, mas precisamos pedir sabedoria a Deus para desfrutarmos dessa vida, não esquecendo que as coisas daqui são passageiras, as do alto são eternas!
Precisamos entender, assim como entendeu Salomão, que o essencial para o homem não é priorizar os valores daqui, mas o essencial é temer a Deus e obedecer aos seus mandamentos. (Ec 12.13), crendo que  somente na presença dEle é que encontramos o verdadeiro sentido da vida! 

É preciso também sermos cuidadosos, pois o mundo tem nos oferecido valores que parecem inofensivos, valores que prometem nos trazer felicidade. Sem nos darmos conta, desperdiçamos a vida buscando nossa felicidade em tudo, menos em QUEM deveríamos. 

Tenho entendido que não é possível abraçar o mundo, fazendo tudo que gostaria ao mesmo tempo. Sempre haverá um descontentamento... 
Além disso,  muitas vezes,  no nosso sistema de valores, priorizamos o que não é essencial!

Que a Palavra de Deus penetre em nossos corações e que possamos realmente vivê-la apesar de nossas imperfeições.

"Mas buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas." (Mt 6.33)

Isso não é utopia, é um desafio!

♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪



Vaidade

Busco na vida tantas coisas
Que nem sei por que razão
Fortaleço minha vontade
Pra que tudo aconteça do meu jeito

Corro enquanto acredito
Persisto até chegar ao fim
Pra descobrir lá no final
Que eu corri atrás do vento

O que eu preciso, os homens não podem dar
O que eu preciso, a prata não vai comprar
O que eu preciso, o mundo não pode dar
O que eu preciso, é habitar contigo, Oh Deus

Atraia-me , para perto de Ti
Esconda-me, Oh Deus!

(Heloísa Rosa)

♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫♪


Que Deus nos dê sabedoria!

Um comentário:

  1. Idem, Idem e Idem! Concordo em número, grau e genero, kkkkkk. Me encontro nesse mesmo dilema, buscando valores materiais e dando prioridades a eles, Graças a Deus acordei, e percebe que bem melhor que dar prioridade as coisas é dar prioridade a nossa vida Espiritual. Claro não que iremos deixar tudo ao relento e não mais trabalhar e estudar, mas é que só isso não satisfaz, não compensa, é preciso para... e buscar os valores eternos, dar prioridades a eles, porque o Senhor mesmo disse em Mt. 6.33 como vc citou,"... e todas essas coisas lhe seram acrescentadas", em outras traduções está "essas coisas", ou seja, Jesus esta se referindo a coisas materiais mesmo, claro que podemos ter outras benções, mas nesse versiculo a promessa é para coisas materiais, então não vale mesmo a pena darmos prioridade a isso, mas sim ao Reino do Senhor e a sua Justiça, essas coisas materiais vem como consequÊncia.

    ResponderExcluir