sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Kairós

O tempo...
Passa tão depressa quando temos tanto a fazer... E nessa correria toda vivemos o que já dizia Mário Quintana em seu poema  O tempo

"Quando se vê,já são seis horas!
Quando se vê, já é sexta-feira!
Quando se vê, já é Natal!
Quando se vê, já terminou o ano..."

Mas muitos de nós temos a impressão de que esse tempo passa lentamente quando estamos no aperto, quando esperamos por algo.
Estamos falando de um tempo que pode ser medido através de uma contagem numérica, uma divisão em horas, minutos, segundos... Não nos enganemos, eles passam do mesmo jeito, todos os dias!!! Chamamos esse tempo de Chronos: cronológico.
Na verdade, lidar com o tempo não é algo tão fácil porque entendemos que ele é algo valioso que não volta mais e que nos momentos de dificuldade esse tempo não vai passar mais rápido do que deveria. Talvez ao refletir sobre isso, Salomão entendeu que precisamos viver cada um deles ao dizer em Eclesiastes 3 que há tempo para tudo!

"Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu" (Ec 3.1)


Muitas vezes queremos que o tempo seja favorável para o riso, para o contentamento, mas havemos de convir que o tempo do choro chega, que o tempo da dor chega, o tempo da espera chega e precisamos vivê-los!
Infelizmente temos dificuldade em esperar que o tempo do riso chegue!

Reflito em como uma mulher pôde ter esperado tanto tempo para que fosse curada e o seu fluxo cessasse (Mc 5. 24-34), em como José esperou tanto tempo pela sua liberdade (Gn 50.20), em como Jó esperou pelo tempo da restituição (Jó 42.10).
Ah, como eu gostaria de aprender com eles...
Talvez a entender que o tempo cronológico passa, as dores passam  e quando menos se espera entra na história o tempo que não se pode contar: o KAIRÓS, o tempo de Deus!!!!
O tempo que é diferente do nosso, o tempo oportuno! 

O povo esperava pelo Messias, pelo redentor e quando menos se esperava o tempo havia chegado: Jesus havia nascido para salvar o povo!
O tempo de Deus chegou no dia em que José tornou-se governador.
O tempo de Deus chegou quando  aquela mulher conseguiu tocar as vestes de Jesus e foi curada.
Sim, o tempo de Deus chegou para essas pessoas... E continua chegando para nós, não da maneira como queremos, no momento em que achamos ser o certo. 
Para aqueles que verdadeiramente renderam-se aos cuidados de Deus, é preciso crer que Ele é o dono da tempo que não falha, que chega, que acontece!


Me pego pensando em tudo aquilo que queria que acontecesse hoje e lembro-me do filme "Click" em que o protagonista tinha o controle sobre o tempo e sobre tudo, o desfecho é bem interessante. Ai de nós se tivéssemos tudo que gostaríamos de ter no momento em que quiséssemos. Somos  pequenos e não entendemos muitas coisas. Talvez por isso, Paulo tenha nos alertado a renovarmos a nossa mente para experimentarmos qual seja a boa, perfeita e agradável vontade de DEUS! (Rm 12.2)
Não sei há quanto tempo você tem esperado a dor passar, o sonho se realizar, só sei que o tempo de Deus não falha, no momento oportuno tudo acontece!
Enquanto esse tempo não chega, vivamos o nosso tempo de riso, de choro, de angústia, de paz... Crendo que todos esses momentos nos ensinam algo e que no momento oportuno as coisas vão acontecer!

 "O tempo de Deus na minha vida
O tempo de Deus pros meus sentimentos
O tempo de Deus para o milagre
O tempo de Deus vai se cumprir
O tempo de Deus pras minhas promessas
O tempo de Deus pra minha cura
O tempo de Deus pra me exaltar
O tempo de Deus... posso esperar"


Que o tempo de Deus continue se cumprindo em nossas vidas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário